Pintar o cabelo na gravidez: pode ou não pode? | Bepantol

Pintar o cabelo na gravidez: pode ou não pode?

Toda mulher adora se sentir bonita – e os cabelos têm papel fundamental na autoestima feminina. Na gestação, os cuidados com eles devem continuar, porém adaptados à nova realidade

mulher sentada em cadeira de salão de beleza pintando o cabelo

Para ajudar você nessa fase, preparamos um pequeno guia que toda grávida precisa – e quer – saber sobre a coloração e cuidado dos fios.

É permitido pintar o cabelo durante os nove meses?

Colorir os fios é permitido, mas somente após o primeiro trimestre. No entanto, pode ser que você não consiga usar os produtos com os quais já estava acostumada. Antes de tingir as madeixas, observe se a coloração é livre de amônia, parabeno, propilenoglicol, formol e metais pesados. Essas substâncias são totalmente proibidas! Vale lembrar que xampus matizadores ou desamareladores devem ficar guardados até o nascimento da criança.

Posso retocar as luzes ou fazer reflexo?

Sim, desde que feito a, no mínimo, um centímetro de distância da raiz e depois do primeiro trimestre. Use produtos hipoalergênicos e aprovados pelo seu médico. Uma dica para as mulheres que estão tentando engravidar, que pintam os cabelos com muita frequência, é mudar aos poucos o visual, deixando a raiz mais escura. Assim fica mais fácil de acostumar. O ideal é que, ao menos dois meses antes de engravidar, a mulher já comece a usar produtos indicados para gestantes, evitando químicas nocivas no período em que ainda não foi constatada a gravidez.

E as sobrancelhas e demais pelos do corpo? Podem ser tingidos?

Não podem. O máximo que dá para usar é água oxigenada em baixo volume, mas só após 12 semanas.

Escova progressiva é permitida?

Também não! Escova progressiva, definitiva ou alisamento estão proibidos nesse período.

Em todos os casos, procure sempre a orientação do seu médico e nunca faça nenhum procedimento sem o conhecimento dele.

Image
Se você deseja relatar um evento adverso, por favor, clique aqui.
Se você deseja relatar uma queixa técnica, por favor, clique aqui.