Candidíase na gravidez

Corrimento grosseiro e branco, com ardência ou coceira na vagina que não deixa você nem pensar direito. Esses são alguns dos sintomas da candidíase, infecção ocasionada por fungo, velha conhecida das mulheres e muito comum na gravidez

Mas por que a candidíase é tão comum, principalmente na gravidez?

mulher apertando sua barriga em dor

O aparecimento da candidíase na gravidez está diretamente ligado ao aumento dos hormônios (os estrógenos) no organismo da gestante e
também ao aumento de glicogênio e outras substâncias na região vaginal, que pode levar a uma alteração do pH e, como consequência, à
proliferação dos fungos, como o fungo chamado Candida albicans, que causa a candidíase. Com essas alterações que acontecem na
gravidez, a mulher fica mais suscetível e essa infecção pode ser mais frequente.

O que fazer se suspeitar de candidíase na gestação?

As infecções vaginais são muito comuns na gestação. Se suspeitar que esteja, por exemplo, com uma candidíase, procure o seu médico. Ele poderá orientar o tratamento da maneira mais apropriada. O tratamento da candidíase na gravidez pode ser realizado por via tópica, com cremes vaginais ou banhos de assento.

Como diminuir o risco de Candidíase?

Existe uma série de cuidados que qualquer mulher pode tomar para diminuir as chances de ter candidíase:

  • É importante ter uma alimentação saudável, evitando excesso de açúcares e carboidratos
  • A higiene íntima deve ser feita com atenção
  • Evitar roupas muito justas, tecidos sintéticos como lycra e absorventes diários. O ideal é usar calcinha de algodão e dormir sem ela, deixando a região livre e ventilada, diminuindo a chance de proliferação fúngica
Image
Se você deseja relatar um evento adverso, por favor, clique aqui.
Se você deseja relatar uma queixa técnica, por favor, clique aqui.